Curiosidades

Curiosidades

A Astrologia é um estudo existente há mais de dois mil anos que prega que todas as coisas estão conectadas entre si e que o movimento dos planetas interfere no comportamento humano. De acordo com a data, hora e local de nascimento de uma pessoa, é possível traçar uma análise de sua personalidade. Continue lendo para conhecer os signos famosos arquitetos brasileiros e suas características.

O arquiteto de Áries

Os nativos do signo de Áries são líderes natos e, na arquitetura, são espontâneos, dinâmicos e adoram ver o resultado de suas ideias. A mente do arquiteto ariano flui de forma incessante e instantânea, o que faz com que eles queiram logo partir para a execução.

Outra característica forte em seu perfil é a capacidade de criar alianças e parcerias. Deste modo, o arquiteto do de Áries se assegura que o seu projeto terá garantias de sucesso e qualidade, além de todas as vantagens possíveis.

Gênios regidos por este signo: Mies Van Der Rohe (27 de março) e Leonardo da Vinci (15 de abril).

O arquiteto de Touro

Touro é o signo dos arquitetos que mais produziram na História. São profissionais audaciosos que confiam na qualidade de seus projetos e, devido a isto, acabam garantindo o sucesso dos mesmos. São extremamente responsáveis e pessoas com quem podemos sempre contar. Tem fome de conhecimento e muita sede de produzir.

Outra característica marcante deste arquiteto é a preferência pelo que é belo, luxuoso e confortável. Sua personalidade sedutora também é capaz de garantir muito charme a qualquer projeto.

Arquitetos taurinos de renome mundial: Daniel Libeskind (12 de maio) e Walter Gropius (18 de maio).

O arquiteto de Gêmeos

O geminiano tem grande capacidade de se comunicar e expressar as suas ideias de maneira clara e objetiva. Seus clientes dificilmente terão dúvidas quanto aos seus projetos justamente pelo fato do geminiano ser um comunicador nato.

Geralmente, é solicitado para desempenhar tarefas de orador da turma ou para apresentar projetos.

O arquiteto do signo de Gêmeos é também muito carismático e possui ótimo senso de humor sabendo, assim, conduzir suas relações com clientes e empresas. No campo da criatividade, é muito versátil: capaz de misturar elementos improváveis com inteligência e criatividade.

Arquitetos geminianos de sucesso: Frank Lloyd Wright (8 de junho) e Toyo Ito (1 de junho).

O arquiteto de Câncer

Os arquitetos do signo de Câncer costumam mergulhar de cabeça no universo da Arquitetura, buscando entender origens, história e conceitos de tudo. Eles entendem que a Arquitetura tem um papel fundamental em tornar a vida das pessoas mais confortável e funcional e, para isto, não poupam esforços.

Tem a sensibilidade de identificar a demanda de cada cliente e buscam por soluções fiéis aos conceitos éticos e que prezem pela qualidade de vida do indivíduo e também da sociedade como um todo.

Arquitetos cancerianos de destaque: Vilanova Artigas (23 de junho) e Antoni Gaudí (25 de junho).

O arquiteto de Leão

Os leoninos dominam o ranking da Arquitetura. Trata-se de um signo que sempre garantiu destaque neste meio e é fácil entender o porquê. Suas características mais marcantes são a vaidade, a vontade de brilhar (independentemente da grandeza do projeto) e o gosto pela comodidade e pelo luxo.

Projetos realizados por arquitetos leoninos são sempre notórios, pois eles conseguem imprimir suas personalidades em tudo o que fazem. Também distribuem funções em um projeto com mestria e sabem liderar uma equipe de modo eficaz.

O seu grande fascínio está mesmo em sua criatividade.

Ele é capaz de usar referências improváveis, gerando surpreendentes harmonias entre formas e texturas que traduzem aquilo que só é possível em suas mentes.

Alguns leoninos que ilustram o quanto este signo é realmente brilhante na Arquitetura: Santiago Calatrava (28 de julho), Sou Fujimoto (4 de agosto), Roberto Burle Marx (4 de agosto), Shigeru Ban (5 de agosto), Kengo Kuma (8 de agosto), Paulo Jacobsen (10 de agosto) e Jean Nouvel (12 de agosto).

O arquiteto de Virgem

O senso crítico dos virginianos só tem a contribuir com a Arquitetura. Devido a ele, os arquitetos regidos por este signo sabem exatamente o que é funcional ou não. E, perfeccionistas que são, não deixam que nenhum detalhe passe batido. Buscam a harmonia entre elementos, formas e acabamentos. Seus projetos são muito bem organizados entre planilhas, pranchas e cotas.

Cada ação é calculada e muito bem planejada. É um profissional extremamente confiável, generoso e modesto; que busca incessantemente o aperfeiçoamento.

Entre os grandes arquitetos virginianos podemos citar Louis Sullivan (3 de setembro) e Gio Ponti (16 de setembro).

O arquiteto de Libra

Arquitetos nascidos sob o signo de Libra são regidos por Vênus, o planeta da beleza. Por isto, pode-se dizer que este profissional preza sempre pela qualidade e pela estética em seus projetos. É apaixonado pelo equilíbrio e pela simetria.

O arquiteto libriano procura sempre atender as demandas de todos os envolvidos no projeto. Além disto, costuma ter uma bagagem cultural rica e cheia de referências do que é belo e funcional. Possui referências para todos os tipos de empreendimento.

Arquitetos de librianos de renome: Le Corbusier (6 de outubro) e Carlos Bratke (20 de outubro).

O arquiteto de Escorpião

Os arquitetos do signo de Escorpião são determinados e decididos. Só começam um projeto após muita pesquisa e, assim, tem muita confiança no que estão propondo. Costumam se assegurar de todo tipo de imprevistos, a fim de evitá-los.

O perfil deste profissional é marcado pela seriedade e dedicação, além da pesquisa e do conhecimento que possa transformar a realidade de famílias, comunidades ou, até mesmo, cidades inteiras.

Eles não se contentam com um projeto mediano e tendem a apresentar propostas já almejando o sucesso mais absoluto. Possuem grande atração pelo que é diferenciado, incomum, inovador e, até mesmo, proibido.

Arquitetos escorpianos de destaque: Paulo Mendes da Rocha (25 de outubro) e Zaha Hadid (31 de outubro).

O arquiteto de Sagitário

A imaginação fértil dos nativos deste signo confere à profissão da Arquitetura um potencial criativo sem igual. Eles são capazes de transitar entre o real e o imaginário com destreza, o que faz com que consigam visualizar o sucesso de suas obras antes mesmo de iniciá-las.

Os arquitetos sagitarianos são grandes otimistas e dificilmente dizem “não” a um cliente. Creem que tudo é possível e buscam satisfazer suas vontades.

São desbravadores e gostam de conferir não somente as suas obras pessoalmente, mas também de conhecer as construções ao redor do mundo. Toda a bagagem adquirida com estas experiências e aventuras se transforma em inspiração.

Arquitetos de sagitário de sucesso: Lina Bo Bardi (5 de dezembro) e Oscar Niemeyer (15 de dezembro).

O arquiteto de Capricórnio

Os arquitetos do signo de Capricórnio inspiram muita confiança e não é à toa. Eles são responsáveis, extremamente racionais e adoram colocar suas ideias em prática. Não sem antes conferirem tudo milimetricamente, claro. São focados no que fazem e concentram todas as suas forças naquilo.

Geralmente, os projetos dos arquitetos capricornianos propõem muito realismo e funcionalidade. Aliás, esta é uma característica dos profissionais regidos pelo signo de capricórnio: a multifuncionalidade. Eles tem mil talentos e sabem dar continuidade às obras, criando novas soluções rápidas e práticas para qualquer tipo de imprevisto.

Grandes arquitetos do signo de capricórnio: Rino Levi (31 de dezembro) e João Filgueiras Lima (10 de janeiro).

O arquiteto de Aquário

O arquiteto aquariano é inovador e ousado. Busca por soluções inventivas e consegue traçar diferentes caminhos para os seus projetos. Capaz de ter ideias geniais, foge do óbvio e suas propostas surpreendem com facilidade.
É um profissional antenado, que gosta de acompanhar tendências modernas do mundo inteiro. Está sempre à frente do seu tempo, mas com muita originalidade. É organizado e isto se reflete muito em seus projetos, beirando o perfeccionismo.

Não tem medo de assumir riscos de novas técnicas. Seus clientes estão sempre em primeiro lugar, antes mesmo de seus lucros; e seu caráter altruísta equilibra o seu ponto fraco, que é a rebeldia.

Grandes arquitetos de aquário: Ruy Ohtake (27 de janeiro) e Alvar Aalto (3 de fevereiro).

O arquiteto de Peixes

Este profissional possui grande sensibilidade e sabe compreender exatamente o que o cliente precisa, pois seu nível de empatia é altíssimo. Tem grande envolvimento com o mundo das artes e da criatividade e apresenta forte senso de coletividade e habilidade para trabalhar em grupo.

Possui facilidade em lidar com o público e interagir com os mais variados tipos de pessoas pois pensa, primeiramente, no bem comum. Por isto, tem facilidade para liderar trabalhos comunitários, escolas, teatros, estádios, conjuntos residenciais e vilas. Pode se tornar também um grande urbanista.

O arquiteto pisciano acredita fielmente naquilo que faz e vê sentido em tudo que realiza. Por isto é bastante comum que mergulhe de cabeça em seus projetos e crie laços com seus clientes, solidarizando-se com a história de vida de cada um deles.

Arquitetos de sucesso regidos pelo signo de peixes: Frank Gehry (28 de fevereiro) e Márcio Kogan (6 de março).

Aprendi a ser jornalista na marra.

Sou formado em Direito mas, desde que me conheço por gente, curto comunicação. E a curtida é latu sensu: jornal, rádio, TV, revistas e, mais recentemente, redes sociais.

Com base nestes mais de 20 anos de prática e passagens por vários veículos, o que um dia foi um blog, virou site: o “GO” tem a incumbência de trazer informação variada, dicas, falar sobre cultura e cobrir o social do pedaço.

Hope you enjoy.

19 de novembro de 2019

Compartilhe com seus amigos:

imagem_144