Porcelanato

Porcelanato

Fizemos uma pesquisa e, nesta matéria, respondemos cinco perguntas acerca do porcelanato. De quebra, arrematamos nosso post com impressões da arquiteta Marina Alcoba acerca deste revestimento.

Ah! A foto acima faz parte da Coleção Apollo, da Portinari, marca comercializada na Espaço Revestir.

__________

Qual é a diferença entre cerâmica e porcelanato?

A diferença fundamental está na tecnologia de produção. O porcelanato é resultado de um processo de fabricação mais controlado, feito através da mistura de porcelana e diversos minerais, passando por queima. O resultado é mais homogêneo, muito denso, vitrificado e mais resistente; além de menos poroso e, portanto, com índice de absorção de água muito baixo. Sua durabilidade é maior por conta disto. A cerâmica, por sua vez, é composta por uma mistura de argila e alguns minerais. Por conta das pequenas variações e irregularidades, pode ter um resultado estético mais interessante.

Quais os diferentes tipos de porcelanato?

Existem inúmeros. No quesito técnico, o que vale ser considerado é a porosidade da peça, conforme sua esmaltação. Para áreas externas e áreas molhadas em banheiros, é indicado um modelo mais poroso e rugoso, menos escorregadio do que aquele escolhido para a parte interna. Existem diferentes gradações que vão até um aspecto de lixa, comum em terraços.

O que considerar esteticamente na hora de escolher um porcelanato?

É muito comum que o porcelanato imite outros revestimentos, o que as pessoas adoram. Mas na hora de escolher, peça para ver a amostra no chão, porque esta é a distância que você irá encarar no dia a dia.

Como limpar o porcelanato?

Ele pode ser perfeitamente limpo com um pano úmido e algum produto de limpeza. Caso precise esfregar, o ideal é usar uma vassoura ou escova de cerdas macias. Evite usar objetos cortantes como espátulas, que podem machucar o esmalte.

Como fazer a manutenção do porcelanato?

A grande vantagem é não precisar de manutenção, por ser extremamente resistente. Agora, quando danificado, não tem conserto. Uma vez machucado o esmalte do porcelanato, a massa fica exposta e tende a manchar com o tempo, de forma irreparável. Da mesma forma, se a peça foi riscada ou encontra-se opaca, é necessário substituí-la. Para estes casos, vale sempre no ato da compra investir em peças avulsas sobressalentes. Para garantir, compre uma quantidade 10% maior.

__________

“O porcelanato pode ser considerado a grande revolução dos revestimentos das últimas décadas. De início tímido, nos Anos 80 na Europa e 90 no Brasil, o produto em cores lisas e tamanhos pequenos mostrou sua praticidade e potencial e, hoje, possui uma gama enorme de cores, desenhos, texturas e formatos. De lá para cá a indústria investiu pesado nos produtos, em sua tecnologia embarcada e no design; disponibilizando, atualmente, produtos que reproduzem elementos naturais como madeira, concreto, aço, mármore e outros. Anualmente, na Expo Revestir, profissionais da área são surpreendidos com inúmeros lançamentos das grandes empresas brasileiras do setor, causando a impressão de que o produto está longe de esgotar suas possibilidades de design e evolução.” – Marina Alcoba

Aprendi a ser jornalista na marra.

Sou formado em Direito mas, desde que me conheço por gente, curto comunicação. E a curtida é latu sensu: jornal, rádio, TV, revistas e, mais recentemente, redes sociais.

Com base nestes mais de 20 anos de prática e passagens por vários veículos, o que um dia foi um blog, virou site: o “GO” tem a incumbência de trazer informação variada, dicas, falar sobre cultura e cobrir o social do pedaço.

Hope you enjoy.

6 de julho de 2020

Compartilhe com seus amigos:

imagem_144