Patrícia Duccini

Patrícia Duccini

GO: Como se deu sua escolha profissional? Quando?
Patrícia Duccini: Minha primeira experiência com o mundo da Arquitetura aconteceu durante as aulas do curso Técnico em Edificações: a paixão veio forte, mas o casamento foi com a Engenharia Civil, que estudei por longos seis anos.
Não resisti ao chamado e iniciei minha pós-graduação em Arquitetura e Iluminação, coroando a carreira com o curso de Interior Design na Itália, pelo Politécnico de Milano.

GO: Cite alguns projetos marcantes em sua carreira.
PD: Há projetos corporativos para multinacionais. Também, dentre alguns outros, destacamos o do Restaurante Mash, uns no complexo residencial Helbor (aqui em Mogi das Cruzes) e o do Haras Mairinque.

GO: O que nunca pode ser deixado de lado num projeto de Arquitetura? E de Interiores?
PD: Em um de Arquitetura é necessário entender plenamente a necessidade do cliente, projetar pensando detalhadamente em cada ambiente e em algo que seja, realmente, exequível. O aproveitamento de todos os recursos que a natureza oferece (inclusive a luz), para minimizar os impactos ambientais, é essencial.
Para o de Interiores não podemos deixar de lado o conforto visual, emocional e físico: conhecer a Luz do cliente e “desenhar” a melhor luz para que, através dela, toda beleza seja revelada!

GO: Qual é sua maior realização profissional? E seu sonho, neste sentido?
PD: Minha maior realização é ver a alegria dos meus clientes; o brilho nos olhos deles quando suas edificações são concluídas. É escutar que valeu a pena… E ver minha equipe se sentindo capaz e orgulhosa por ter participado de cada linha dos grandes sonhos que são de todos, dos clientes e nossos!
(…)
Almejo crescer, prosperar e levar minha equipe comigo (crescermos juntos, prosperarmos juntos!); vislumbrando a Marca “Patricia Duccini” como uma grife desejada, um ícone no ramo da Arquitetura e Design, referência no mercado regional, nacional e internacional.

GO: Planos?
PD: Sonhar sempre. E, quando realizar os sonhos, continuar sonhando para ter sempre o que realizar.
(…)
Sucesso exponencial através de muito trabalho, coragem, conhecimento, sabedoria, amor, altruísmo e verdade. Bora pra frente porque foguete não tem ré!

Aprendi a ser jornalista na marra.

Sou formado em Direito mas, desde que me conheço por gente, curto comunicação. E a curtida é latu sensu: jornal, rádio, TV, revistas e, mais recentemente, redes sociais.

Com base nestes mais de 20 anos de prática e passagens por vários veículos, o que um dia foi um blog, virou site: o “GO” tem a incumbência de trazer informação variada, dicas, falar sobre cultura e cobrir o social do pedaço.

Hope you enjoy.

28 de março de 2023

Compartilhe com seus amigos:

imagem_144