Plástica

Plástica

Não restam dúvidas de que a autoestima elevada surpreende mudando a forma de se relacionar socialmente, emocionalmente e até mesmo profissionalmente. E é por este e outros inúmeros aspectos que a cirurgia plástica sempre esteve associada à psicologia considerando-se, além da funcionalidade, o aprimoramento estético de diversas áreas do corpo.

Da mesma forma, é essencial que se tenha apoio físico e emocional no pós-operatório. Lembre-se de que nas primeiras semanas você pode se sentir desconfortável, com inchaços e áreas arroxeadas. Saiba escolher a companhia adequada que seja realmente um suporte. Procure, educadamente, declinar da oferta de ajuda de pessoas muito críticas e negativistas.

O acompanhamento psicológico no pós-operatório pode ajudar a desenvolver a capacidade de ter paciência e suportar sensações e emoções, além de prevenir algumas sabotagens inconscientes. Ele incentiva o foco na recuperação, seguindo todas as recomendações médicas ao pé da letra e com paciência. Algumas vezes, é aconselhável que tal acompanhamento tenha início ainda antes da cirurgia…

Leia a matéria completa aqui.

Aprendi a ser jornalista na marra.

Sou formado em Direito mas, desde que me conheço por gente, curto comunicação. E a curtida é latu sensu: jornal, rádio, TV, revistas e, mais recentemente, redes sociais.

Com base nestes mais de 20 anos de prática e passagens por vários veículos, o que um dia foi um blog, virou site: o “GO” tem a incumbência de trazer informação variada, dicas, falar sobre cultura e cobrir o social do pedaço.

Hope you enjoy.

17 de abril de 2020

Compartilhe com seus amigos:

imagem_144