#

Portugal

#

Portugal

“Da primeira vez em que estive em Portugal passei por Nazaré. Passei, me encantei e decidi que quando voltasse àquele país conheceria um pouco mais sobre a cidade. E foi o que fiz. Este ano fiquei uma semana em Nazaré; uma cidadezinha pequena, bem pequena, cheia de histórias e personagens muito além das ondas gigantes e seus surfistas.

Nazaré tem suas viúvas. As que ficam tecendo suas sete saias enquanto esperam seus maridos (pescadores) voltarem do mar – o que, por vezes, não acontece.

Tem, ainda, a lenda do Milagre do Veado de Nazaré: em 1182, em meio a um nevoeiro muito forte, o ‘governador’ de um castelo caçava e avistou um veado que, de imediato, começou a perseguir. Quando percebeu, estava à beira de um precipício, em perigo de morte. Viu uma gruta onde se venerava uma imagem da Virgem Maria com o Menino Jesus. Rogou então, em voz alta: ‘Senhora, Valei-me!’. De imediato, milagrosamente o cavalo parou, salvando-se assim o cavaleiro.

Até hoje, naquele local, temos o veado protetor dos surfistas e a capela erguida no local em que o cavalo estancou.”

Rita Bonanata

Aprendi a ser jornalista na marra.

Sou formado em Direito mas, desde que me conheço por gente, curto comunicação. E a curtida é latu sensu: jornal, rádio, TV, revistas e, mais recentemente, redes sociais.

Com base nestes mais de 20 anos de prática e passagens por vários veículos, o que um dia foi um blog, virou site: o “GO” tem a incumbência de trazer informação variada, dicas, falar sobre cultura e cobrir o social do pedaço.

Hope you enjoy.

5 de abril de 2020

Compartilhe com seus amigos:

imagem_144